Mais do que um presente: entenda os cuidados e responsabilidades ao ganhar um pet

Fim de ano é uma época em que usualmente cresce o número de adoções – ou ainda, compras – de pets. Isso acontece pois cães e gatos são vistos, muitas vezes, como um adorável presente. No entanto, é preciso ter consciência de que um animalzinho de estimação é muito mais do que um agrado, e sim, uma transferência de responsabilidade de grande tamanho, e por isso esse assunto deve ser tratado com seriedade.

Hoje, vamos propor uma série de pensamentos e cuidados pelos dois lados: de quem pretende dar um pet de presente, e de quem recebeu um cãozinho ou gatinho (ou qualquer outro animalzinho) de surpresa. A intenção, ao fim, é garantir que tanto tutores como seus novos pets se espantem apenas na surpresa do momento, mas que todo o restante seja tranquilo para ambos.

Dar um pet de presente: certo ou errado?

Ver um filhotinho implorando com o olhar para ganhar um dono é quase irresistível, e muitas pessoas acabam cedendo nesse momento. Quando se há pequenos na família, é sabido que é sonho de muitos deles ter um pet, podendo ser um cãozinho, gatinho, coelhinho, passarinho ou qualquer outro bichinho que ele esteja fascinado no momento.

Além disso, abrir uma caixa e se deparar com um bichinho é uma grata surpresa para a criança, que certamente vai amar. No entanto, não será de mesmo agrado para os pais, caso eles também sejam pegos de surpresa.

O maior segredo é não fazer desse presente algo tão secreto, pois ter um novo integrante no lar exige planejamento e uma série de cuidados. Imagine se fosse, ao invés de um pet, um bebê humano. Não é nada fácil imaginar uma criança em nossas vidas do nada, certo? Por isso, deve-se adotar cautela na hora de entregar uma vida para uma família, e saber se ela está pronta e disposta para isso.

Então, antes de tudo, saiba se a pessoa que vai receber o pet está disposta e tem condições de criar bem do animalzinho. Se ela depender de alguém, pais ou cuidadores, eles devem concordar também. Para ajudar, é válido já entregar brinquedos e acessórios para o pet, para que não se torne um grande custo extra e inesperado no orçamento da família. Ajudar com medicamentos e vacinação (antes ou após entregar) também é de bom grado.

Então, para responder: dar um pet de presente é errado caso seja realmente uma surpresa para todos. Se você fizer de forma planejada, conversando previamente e preparando o terreno para receber o pet, o cenário é mais favorável.

Responsabilidades ao ter quando receber um pet de presente

Se você foi pego de surpresa e agora tem um pet em sua casa, é importante manter a calma. É bom ao menos pensar que, se esse presente lhe foi dado, é porque a pessoa imagina que você tenha responsabilidade o bastante para dar conta. Então vamos lá.

Primeiro de tudo, é preciso saber: você quer ficar com o pet em sua casa? Mais importante que tudo é a sua vontade em criar o bichinho, pois criar uma vida exige dedicação e amor, uma vez que são as únicas coisas que não possuem alternativas. Se sua resposta for não, o ideal é conversar com a pessoa que lhe deu o pet, explicar sua situação e tentar encontrar um novo dono. Muitas pessoas estão dispostas a ter um pet em casa. Se este não é o seu caso, então basta ter paciência e encontrá-la. Enquanto isso não acontece, peça ajuda para quem lhe deu o pet em prover os cuidados básicos: comida, água e um lugar tranquilo para ficar.

Se sua resposta para a pergunta for sim, então prepare-se, pois antes de pegar um pet é preciso se planejar, e você terá de fazer isso com menos tempo. Mas, sem motivos para desespero, e vamos por partes.

Primeiro, como dito antes, garanta o básico para o bem-estar do animal: comida, água e um lugar para dormir. Faça pesquisa de rações de boa qualidade que encaixem em seu orçamento; compre vasilhinhas adequadas para ele comer e se hidratar; e procure por caminhas que sejam de acordo com o tamanho dele.

Depois, é preciso levar o bichinho ao veterinário, para começar a agenda vacinal e tome os devidos medicamentos para a idade dele. Dessa forma, ele ficará protegido contra as ameaças à sua saúde e poderá viver saudável.

Por fim, comece a educá-lo, seguindo dicas ou até procurando profissionais de adestramento. Tão logo a surpresa recebida se tornará uma dádiva em sua vida!

É claro que não é nada simples e rápido como descrito aqui, mas queremos que você se tranquilize, pois estando com o coração aberto e tendo condições -ou conhecendo pessoas boas e dispostas a ajudar -, você pode sim dar conta dessa responsabilidade que você recebeu. E ser papai ou mamãe de pet é uma alegria sem fim.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s